Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Propostas’ Category

Renas e Rodolfos indignados com o Pai Natal comemoram o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Dedica uma canção de Natal ao teu político favorito, escreve uma carta ou um cheque-prenda para um cabaz a ser levantado pelos senhores deputados, (des)monta uma árvore de Natal made in sítio exótico contra o consumismo e a exploração… traz uma ginginha ou jeropiga e investe nas fatias douradas, trocaremos merenda e ideias para mudar, porque o nosso protesto é pela partilha.

Rodolfo, a rena do nariz encarnado,
entrou na oficina do Pai Natal
e disse “Estou farto de ser explorado,
fazes usura sobre o capital
e és um duende do banqueiro a governar.
Sei muito bem que não dás nada a ninguém,
o que chamas distribuir é pôr outros a pagar.
Só que a partir de agora é tudo a dividir!
Tu cortas nos transportes, eu dou-te com os pés:
Já não empurro o trenó
e grito às chaminés:
o Pai Natal é totó.”

Assembleia Popular dos Rodolfos 10 Dezembro Rossio 17

Assembleia Popular dos Rodolfos 10 Dezembro Rossio 17h00

Read Full Post »

No próximo sábado o tema a debater na Reunião / Assembleia Popular do Rossio será “Cultura!!”. A escolha temática desta assembleia está ligada ao facto do movimento Democracia Verdadeira, Já! * Acampada Lisboa apoiar o protesto ‘Artistas e Públicos Indignados’ previsto para o mesmo dia, às 17h, na mesma praça.

Entre outros assuntos, na Reunião / Assembleia Popular, espera-se:

  • Um debate aberto do actual regime de precariedade e indefinição laboral na área da cultura, do desmantelamento de colectivos artísticos e culturais e da presente “aritmética mercantil” do sector da cultura que banalizam, hegemonizam e desincentivam a formação, educação e expressão artística de artistas e públicos.
  • Um debate aberto sobre os progressos efectuados no âmbito da mobilização nacional e internacional de 15 de Outubro, com planeamento do trabalho patra a próxima semana e discussão de propostas e sugestões para os vários grupos de trabalho  – traz a tua ideia!

Atenção: dependendo do evoluir do protesto ‘Artistas e Públicos Indignados’ a reunião / assembleia popular poderá ter início um pouco mais tarde do que o previsto (~20:00).

Proposta de Ordem de Trabalhos (duração estimada: 2 horas)

1.  Abertura da Reunião / Assembleia Popular

1.1.   Decisão da mesa e leitura do Manifesto

1.2.   Discussão e votação da proposta de ordem de trabalhos

1.3.   Discussão e votação do tipo de encontro popular

2. Debate do Tema da Semana: “Cultura!!”

3. Discussão das propostas da semana e planeamento de acções de mobilização para o “15 de Outubro: A Democracia Sai à Rua”.
4. Planeamento da próxima ‘reunião / assembleia popular’

Nota sobre o tipo de encontro popular

Na sequência das decisões tomadas na Assembleia Popular a 16 de Julho, a decisão sobre o tipo de encontro semanal (‘reunião popular’ ou ‘assembleia popular’) será efectuada, se necessário, por votação dos presentes no início do encontro. Esta decisão deverá ter por base uma avaliação cuidada da relevância das decisões a tomar, da representatividade dos elementos presentes e do ambiente político e mediático que entretanto se estiver a viver.

Nota sobre apresentações e propostas dos Grupos de Trabalho (GTs)

– As apresentações dos GTs devem incluir: divulgação das plataformas de comunicação com o exterior, anúncio das datas das próximas reuniões e apresentação de propostas e iniciativas concretas decorrentes do trabalho que desenvolveram. No caso de existirem propostas ou iniciativas que requeiram a aprovação dos presentes, os GTs devem enviá-las à coordenação interna até à 4ª feira anterior (o mais tardar) para que sejam divulgadas através da mailing list interna na 5ª feira. No final da discussão elas serão colocadas à votação e, eventualmente aprovadas. O modo de votação das propostas dos GTs é “Quem aprova? Quem é contra? Quem é da opinião de que deve baixar novamente ao GT?”. É necessária uma maioria de 2/3 para aprovação das propostas.


Nota sobre Propostas Individuais

– Propostas Individuais podem ser apresentadas e discutidas em qualquer ‘Reunião / Assembleia Popular’. No entanto, por norma, e no espírito das decisões tomadas pela Assembleia Popular a 16 de Julho, elas devem baixar aos GTs a fim de serem melhor articuladas, divulgadas na mailing list, e apresentadas a votação na semana seguinte. O modo de votação das Propostas Individuais é o mesmo das votações das propostas dos GTs.

Read Full Post »

Resumo da Reunião Popular do Rossio
dia 27 de Agosto, Sábado, 19 horas

As pessoas presentes no Rossio decidiram juntar-se ao grupo de discussão do manifesto de 15 de Outubro, cuja reunião ainda decorria no espaço do RDA (Anjos). Este manifesto reúne vários movimentos sociais que apelam à participação na próxima manifestação internacional de 15 de Outubro. Após cerca de 1 mês de reuniões, o Manifesto do 15 de Outubro foi finalizado nessa noite, e será trazido para debate na Reunião / Assembleia Popular do próximo Sábado, dia 3 de Setembro às 19h00 no Rossio.

Read Full Post »

«Português:

Acompanhámos, num misto de choque, fúria e profunda tristeza, o horror que aconteceu em Oslo e Utoya no dia 22 de Julho. Antes de mais, pensamos, obviamente, nas vítimas, famílias, amigos e camaradas. Aceitem as nossas mais sentidas condolências e solidariedade.
Enquanto activistas de diferentes movimentos sociais e políticos portugueses, estendemos as nossas condolências à Liga dos Jovens Trabalhistas e também ao povo norueguês. E ainda a todos aqueles que, como nós, na Europa e no resto do mundo, compreendem a ameaça representada por ideologias racistas, xenófobas e fascistas, sobretudo quando encontram eco nos discursos e crenças políticas que nos entram pelas casas dentro todos os dias.
Quando se vota no ódio e na exclusão, quando líderes políticos põem em causa os valores do multiculturalismo, quando as minorias são transformadas em bodes expiatórios para os erros de sistemas políticos que promovem a exclusão e a discriminação, o ódio passa a ser aceite na política. E as armas precisarão sempre do ódio como munição.
Podia ter sido qualquer um de nós. Por isso, a maior homenagem que podemos prestar a todos os que morreram, ficaram feridos ou perderam entes queridos é o nosso compromisso com a luta pelo respeito, diversidade, justiça e paz e por uma sociedade verdadeiramente democrática e inclusiva. Responderemos com mais democracia. »

Assina a “Petição Solidariedade com a Noruega” aqui: http://www.peticaopublica.com/?pi=P2011N12904

(mais…)

Read Full Post »


15 de Outubro – dia de Mobilização InterNacional


No passado dia 16 de Julho realizou-se mais uma Assembleia Popular do Rossio.

Da ordem de trabalhos apresentada, destaca-se o seguinte:

A apresentação pelo Grupo de Trabalho Inter(Nacional) de uma síntese da Reunião Internacional de 10 de Julho ‘Democracia Verdadeira e Planos de Austeridade’ [+ informação aqui] e o anúncio da realização de uma “Marcha de todas as acampadas sobre Bruxelas” no próximo dia 19 de Setembro.

Os Grupos de Trabalho Inter(Nacional) e de Mobilização Directa propuseram conjuntamente, com aprovação unânime da Assembleia, a organização de uma grande iniciativa de mobilização Nacional e Internacional para o dia 15 de Outubro, predispondo-se desde já a contactar outros movimentos sociais na sua preparação.

O Grupo de Trabalho Comunicação anunciou a criação de uma nova plataforma digital com endereço em www.democracia-ja.net a lançar até ao final do corrente mês.

Com esta nova ‘ferramenta de comunicação’ cada grupo de trabalho poderá trabalhar de forma mais prática e publicar de forma mais autónoma. O GT Comunicação apresentou uma proposta relativa à “possibilidade desta plataforma poder albergar outros grupos portugueses do movimento Democracia Verdadeira Já”, tendo a Assembleia aprovado a “abertura da plataforma informática a outros grupos do movimento”, especificamente: Coimbra, Porto, Barcelos, Faro e Aveiro.


Acampamento ‘Rossio Contra a Dívida’ – dias 30 e 31 de Julho

A Coordenação Interna do movimento Democracia Verdadeira Já apresentou uma síntese das actividades desenvolvidas pelo movimento ao longo dos últimos 2 meses e, em seguida, submeteu a votação da AP a continuidade dos encontros semanais abertos no Rossio ao longo das próximas semanas sob a forma de “Reunião / Assembleia Popular”.

A decisão entre “Reunião” ou “Assembleia” será votada pelos presentes no início de cada encontro e terá por base, entre outros aspectos, uma avaliação da relevância das decisões a tomar e da representatividade dos elementos presentes.
Quaisquer propostas a serem votadas nestes encontros deverão ser divulgadas na mailing list interna com um mínimo de 3 dias de antecedência.

O Grupo de Trabalho Rossio contra a Dívida divulgou alguns pontos do programa do Acampamento “Rossio contra a Dívida” a decorrer nos dias 30 e 31 de Julho na Costa da Caparica. [+ info aqui].

Por fim, os presentes aprovaram o tema para a próxima Reunião / Assembleia Popular de 23 de Julho, às 19h00 no Rossio: ‘Dívida: verdade, pequena ou grande mentira?’

Vem! Divulga!

Read Full Post »

A Assembleia Popular do Rossio do dia 28 de Maio:

1ª- Saudamos as Revoluções Árabes e tomamos a sua mensagem como inspiração, no sentido em que elas lembram ao mundo o caminho das ruas, da resistência, da esperança, dando um espectacular impulso para que os povos oprimidos saiam da amnésia da submissão. Somos Rossio, Puerta del Sol, Praça da Catalunha e Tahrir. Lá como cá, ontem como hoje, somos todos a mesma praça.

2ª- Condenamos toda e qualquer intervenção militar da NATO nos territórios em sublevação, uma vez que sabemos que a democracia não se exporta à bomba e que a máquina de guerra não avança por razões humanitárias. O respeito pela autodeterminação dos povos não é, para os reunidos no Rossio, matéria de negociações políticas. As guerras em que Portugal e os países da NATO estão envolvidos está a ser feita com o dinheiro dos nossos impostos mas não está a ser feita em nosso nome.

3ª- Apelamos ao fim do criminoso muro que cerca a Palestina, na Cisjordânia e em Gaza, de onde todos os dias nos chegam histórias tenebrosas que nos transportam aos tempos mais obscuros do século XX, aos quais recusamos recuar. Queremos um mundo livre de guetos, de matanças, de genocídios, e sonhamos com o fim da ocupação da Palestina. Não queremos andar para trás e a resistência internacional, da qual nos reivindicamos, é o passo em frente.

 

Assim, porque as nossas palavras se traduzem em actos, propomos:

1º Entrar em contacto com o movimento internacional de Solidariedade com a Palestina, procurando pela primeira vez organizar, a partir de Lisboa, um veículo que se junte às caravanas contra o bloqueio que nos últimos anos têm partido da Europa, do Norte de África e do Médio Oriente, rumo à fronteira de Gaza, celebrizados lamentavelmente pelo ataque à Flotilha da Liberdade, no dia 31 de Maio de 2010.

2º O grupo de trabalho constitui-se como comissão coordenadora da proposta, que reunirá logo depois desta assembleia, e que terá como responsabilidade criar a rede necessária de activismo (continuação do debate na acampada, ronda de debates pelo país, angariação de fundos e campanha pública pela iniciativa, concretização), para que um pouco da resistência que se criou nas Assembleias Populares e na Acampada dos reunidos no Rossio, seja também resistência noutro lado.

3º Início da campanha no próximo dia 31, terça-feira, em frente à Embaixada de Israel, onde deixaremos simbolicamente um cravo e uma pedra da calçada do Rossio, em homenagem aos nove activistas assassinados sumariamente a bordo do navio Mavi Marmara (flotilha da liberdade), às mãos das Forças Armadas de Israel (IDF). Viva a Palestina!

Read Full Post »

%d bloggers like this: