Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Notícias!

Fomos de 15!
voltamos dentro de momentos.
onde quer que estejas, junta-te a nós!

http://www.15deoutubro.net/
http://www.facebook.com/event.php?eid=139031266184168

Read Full Post »

  • Decidiu-se e debateu-se o apoio à Vigilia por Angola. A apoio foi dado através de um email apelando à mobilização geral para este evento e de divulgação no site  e facebook do movimento.
  • Discutiram-se os progressos efectuados na mobilização Nacional e Internacional de 15 de Outubro.
  • Discutiu-se o tema da semana, “As Assembleias Populares e o Rossio: importância, dinâmica e significado passado, presente e futuro“. Entre outros aspectos foi extensamente analisada a relação entre o movimento Democracia Verdadeira Já e as Assembleias Populares do Rossio.  O historial do Movimento e do Rossio na construção do 15O foi também reafirmado – ficando claro que sem a acampada e as Asssembleias não existiria hoje o mesmo grau de ligação ao movimento internacional e a congregação de vários movimentos no 15O não teria sido possível. A continuação das Assembleias Populares durante o Inverno foi analisada – entre outras alternativas falou-se na possibilidade de reunir em colectividades, de reunir na estação de metro “Rossio”, de reunir na arcada do Teatro Dona Maria II,  e da possibilidade de deixar de reunir. Ficou claro que o Movimento Democracia  Verdadeira Já não depende intrinsecamente de reuniões regulares mas que essas reuniões e Assembleias são fundamentais para qualquer tomada de posição. E que têm de ser realizadas em espaço público. [Foi esclarecido pela coordenação interna que o actual “regulamento” das Reuniões /  Assembleias Populares (aprovado a 16 de Julho) já permite a convocação de reuniões inter-grupos com antecedência de 48 horas por parte de um dos grupos de trabalho e que isso poderá ser suficiente para assegurar uma tomada de posição ou remarcação de uma Reunião / Assembleia Popular sempre que se decidir a periodicidade semanal]. Decidiu-se que as convocatórias passariam assim a ser decididas semana a semana, no final da reunião / Assembleia Popular, com base na sua necessidade e circunstâncias políticas e na disponibilidade dos presentes para as assegurarem.
  • Decidiu-se a convocatória de uma Assembleia Popular para o próximo sábado, 1 de Outubro, às 19h00. Essa convocatória pretende dar divulgação ao 15O e assegurar a discussão pública e aberta a todos  dos temas da manifestação da CGTP (que terminará nos Restauradores, umas horas antes). Vários elementos do movimento afirmaram que integrariam a manifestação “porque as lutas são as mesmas” e que apelariam à participação no 15O e na Assembleia Popular do Rossio através da divulgação de panfletos (“Lutamos juntos em Outubro” foi o mote decidido). Decidiu-se apelar aos restantes movimentos e pessoas da organização do 15O para que também eles divulgassem e estivessem presentes na Assembleia Popular.
  • Debateu-se o exercício de direito de resposta à reportagem do semanário “O Diabo” da semana anterior e que distorce as características do movimento Democracia Verdadeira Já! * Acampada Lisboa e das Assembleias Populares do Rossio. Foi corrigida a carta que dará curso ao exercício desse direito.

Read Full Post »

– Discussão de aspectos gráficos de uma proposta de cartaz para a manifestação do 15 de Outubro. Concluiu-se que será pertinente fazer cartazes e tentar uma colagem em grande escala (>5000 cartazes A1). Foram discutidas também várias possibilidades de conseguir a verba necessária (>1000€), tendo-se chegado a consenso quanto à retoma das colectas nas assembleias (dia 10 de Setembro e seguintes). Uma vez que a verba necessária deverá ser avançada pelos vários movimentos envolvidos no 15out, votou-se por unanimidade a entrada do Rossio nesses esforços financeiros desde que estes se mantivessem nas quantidades e verbas agora indicadas.

– Discutiram-se os temas e propostas da semana. O texto da Proposta de apoio à manifestação dos professores precários – 10 de Setembro (15h00) no Rossio – foi revisto, corrigido e aprovado. Foi também aprovada a proposta de tema da próxima assembleia apresentada pelo GT Coordenação Interna e que será ‘Ensino e Precariedade’.

– Foram dadas informações sobre os protestos marcados para dia 17 de Setembro: o protesto dos Artistas Indignados (a partir das 17h00 com encontro no Rossio às 19h) e um outro em frente à Bolsa de Valores de Lisboa (nas Laranjeiras, às 15h00).

– Foram discutidas ideias e propostas de acções para o dia internacional ‘Anti-Bancos’ (17 de Setembro), tendo-se formado o Grupo de Trabalho dos Bancos, que reuniu de seguida.

Read Full Post »

A qualidade de uma Democracia mede-se pela forma como trata as pessoas que a integram’
– in Manifesto do 15 de Outubro: A Democracia Sai à Rua

Uma Democracia hipoteca o seu futuro quando submete a Educação à precariedade, quando aumenta o número de alunos por turma, quando acaba com milhares de abonos de família e corta na Acção Social Escolar.

No início de mais um ano escolar, novamente a precariedade é imposta ao sistema educativo. Desta vez, mais de 37 mil professores contratados não ficaram colocados. Não são apenas professores, são pessoas com vida, com famílias para sustentar, que pagam impostos e que têm legítimo direito de alcançar um futuro melhor. E são os profissionais responsáveis pela educação das gerações de hoje e de amanhã.

Sem professores motivados não será possível desenvolver o espírito crítico, a responsabilidade e a cidadania das gerações vindouras. Sem eles, compromete-se o futuro do País e da Democracia. Precisamos de um ensino público, gratuito e de qualidade.

O Movimento Democracia Verdadeira Já (Acampada Lisboa) apoia o Protesto dos Professores Desempregados previsto para o Rossio, dia 10 de Setembro das 15h00 às 18h00.

Read Full Post »

‘Reunião / Assembleia Popular’ do Rossio
Dia 27 de Agosto, Sábado, 19 horas

Proposta de Ordem de Trabalhos (duração estimada: 2 horas)
1. Abertura

1.1.Decisão da mesa e leitura do Manifesto

1.2.Discussão e votação da proposta de ordem de trabalhos

1.3.Discussão e votação do tipo de encontro popular

2. Informações ‘Inter-Nacionais’
3. Apresentações do trabalho dos Grupos de Trabalho
4. Discussão aberta sobre os temas e propostas da semana
5. Planeamento da próxima ‘reunião / assembleia popular’

Continue a ler>

Read Full Post »

Reino Unido: posição sobre uma semana de conflitos (6-10 de Agosto 2011)

O uso e abuso da violência caracterizaram os recentes acontecimentos no Reino Unido. A onda de indignação começou em Tottenham, um bairro de Londres, no sábado passado, após um protesto pacífico pela morte de um homem de 29 anos às mãos da polícia. Rapidamente a situação degenerou em confrontos e motins que se expandiram a outros bairros de Londres e outras cidades de Inglaterra (Manchester, Liverpool, etc.). Nestes confrontos assistiu-se a uma actuação confusa dos corpos policiais, a incêndios de carros e edifícios, a espancamentos, a assaltos a lojas, em resumo, a uma violência generalizada. Além de lojas e edifícios empresariais, os alvos da violência foram universidades, edifícios e locais públicos, carros e casas de pessoas comuns, a maioria delas seriamente afectadas pela crise económica e política que hoje impera na Europa.

As causas desta rápida generalização da violência são conhecidas de muitos. As disparidades sociais em Londres são brutais. Basta dizer que entre alguns bairros de Londres as diferenças sociais chegam a ser maior que entre os EUA e a Nicarágua. O Governo Britânico insiste em aplicar medidas de austeridade de forma socialmente cega, entre as quais o fecho de centros de juventude, uma referência diária na construção da vida das comunidades mais desfavorecidas. O drama social, que inclui elevadas taxas de abandono escolar, desemprego, precariedade, exploração laboral e pobreza coexistindo quotidianamente com uma sociedade individualista e consumista, acentuou-se. Por fim, a explosão aconteceu, com grande diversidade pessoal (vários estratos sociais, desempregados, estudantes, trabalhadores precários, voluntários sociais, …) deixando abertas feridas sociais e políticas que demorarão a sarar.

O Movimento “Democracia Verdadeira Já” condena a violência dos motins no Reino Unido. As acções praticadas em Londres constituem violações básicas e indiscriminadas dos direitos humanos, na sua maioria de pessoas comuns, sofredoras “na pele” das consequências do actual sistema. Mas não esquece que os agressores são, também eles, vítimas de violações diárias de direitos humanos exercidas por governos e grupos empresariais que, numa atitude individualista, irresponsável e desumana, prosseguem a aplicação de medidas austeridade necessárias à prossecução dos seus próprios interesses. Demonstrando profundo alheamento e desprezo pelas inúmeras vozes de revolta que ecoam na sociedade, pelos esforços democráticos de quem os critica, e pela grave crise social que as suas políticas têm gerado, e estão a gerar, nas democracias do Reino Unido, do Resto da Europa e do resto do Mundo.

Os acontecimentos do Reino Unido reforçam a nossa convicção de que é necessário intervir politicamente na sociedade de hoje. É fundamental dar voz activa a quem não a tem. É fundamental evitar a violência. É fundamental condenar o aproveitamento político do Governo Britânico, que não hesita em anunciar publicamente as mais duras penas enquanto “isenta” as suas políticas de culpas no processo e usa o medo gerado pelos conflitos para justificar graves restrições de direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, nomeadamente a nível da internet. Quando pretendemos “acordar a sociedade”, quando protestamos contra as medidas de austeridade, quando exigimos uma auditoria cidadã à dívida, quando apelamos à população para que desça à rua e se organize, de forma pacífica, para exigir os seus direitos, quando combatemos uma democracia centrada em interesses económico-financeiros e alertamos para a necessidade de reforçar a participação de todos nos processos de decisão é precisamente a situação passada no Reino Unido que procuramos evitar.

Read Full Post »

Resumo da última reunião popular
Rossio, sábado, dia 20 de Agosto de 2011

  • Foram discutidos dois protestos marcados para 10 de Setembro (15:00) na zona da Baixa: um contra a subida do IVA ( https://www.facebook.com/event.php?eid=123258531104493) outro contra a precariedade e despedimentos de professores ( https://www.facebook.com/event.php?eid=174147465984580). Mais novidades na próxima semana.
  • Apresentaram-se e discutiram-se os progressos efectuados nas reuniões inter-movimentos de preparação do 15 de Outubro. – Foram analisados e discutidos os comentários chegados ao GT Coordenação Interna sobre a tomada de posição internacional sobre os conflitos em Londres. Decidiu-se pela manutenção da premência de publicar esta tomada de posição (relacionada com a necessidade de marcar, desde já, a posição não-violenta do movimento). Procedeu-se à introdução de emendas no texto final no sentido de acomodar os contributos chegados e algumas consequências políticas entretanto surgidas.
  • Foram analisados e discutidos os comentários chegados ao GT Coordenação Interna sobre a tomada de posição internacional sobre a viagem do Papa. Analisados os timings envolvidos, concluiu-se pela ausência de tempo e pouca necessidade de uma tomada de posição oficial do movimento sobre este assunto. Essa posição será tomada pelo GT Internacional que divulgará no blog e pela mailing list interna, a título próprio, um pequeno texto sobre o assunto e uma iniciativa de protesto via-email.

					

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: